Game of Thrones | George R.R. Martin e os produtores falam do futuro da série


Começa agora a corrida contra o relógio

Game-of-Thrones-S03E10_06Com o fim da terceira temporada de Game of Thrones neste domingo, a HBO cobriu cerca de dois terços do terceiro livro da série, A Tormenta de Espadas. O final do terceiro livro será a base de boa parte da quarta temporada, que chega à TV só em 2014. Ainda assim, “o relógio começa a apertar”, diz à revista EW o produtor David Benioff.
Isso acontece porque muitos eventos dos livros quatro e cinco se passam ao mesmo tempo, então a série de TV terá que usar ambos os volumes para estruturar as temporadas em 2014 e 2015. A partir daí, é uma incógnita, já que o escritor George R.R. Martin ainda trabalha no sexto livro (The Winds of Winter), sem data de lançamento definida, e planeja pelo menos mais um (A Dream of Spring).

“Eu finalmente entendo o medo dos fãs, que é uma coisa que eu não compreendia uns anos atrás. E se a narrativa [da série] alcançar os livros? Vamos todos torcer para que isso não seja um problema”, diz o presidente de programação da HBO, Michael Lombardo, botando aquela pressão leve nas costas de Martin.

O escritor não vê dessa forma: “Acho que as chances disso [a série alcançar os livros] acontecer são bem pequenas. Eu ainda tenho uma vantagem de vários livros gigantescos. Se eles incluírem tudo o que está nesses livros, não acho que eles vão me alcançar. E se acontecer, nós teremos algumas discussões interessantes”. O escritor já contou aos realizadores como pretende encerrar a história, “mas acho que eu não ficaria feliz”, diz ele, se a série chegasse ao fim antes dos livros.

Martin diz que já conversou com a HBO sobre uma eventual série derivada de Game of Thrones, um prelúdio, caso eles precisem interromper a produção enquanto novos livros não saem. Leia mais. Benioff, porém, é contra interrupções, porque o elenco infantil cresce rápido. “Temos um elenco maravilhoso, mas não temos tempo infinito, e não queremos ser uma série que se estende além da conta, com cada livro virando três temporadas. Se a gente tentasse transformar em uma série de dez temporadas, seria como estrangular a gansa dos ovos de ouro.”

Benioff diz que a quantidade de personagens a partir de agora é uma preocupação. “A série já chegou a um ponto em que temos diversos personagens, particularmente no ano três apresentamos vários, e corremos o risco de estourar tudo tentando encaixar cada subtrama. Isso se torna impossível em termos de orçamento e de narrativa; não dá pra pular de personagem em personagem a cada minuto. Não queremos fazer isso, acreditamos que é um risco, e vamos tomar medidas para não cair nessa armadilha”, diz.

O coprodutor Dan Weiss emenda: “É hora de um crescimento populacional negativo”. Com ou sem cortes, a HBO ainda não definiu se fará uma temporada por livro a partir de agora. Embora todos os envolvidos trabalhem com a previsão de sete anos, o número total de temporadas continua em aberto. Já Martin não sabe quando terminará o livro seis – “Estou trabalhando nele, e terminarei quando terminar. Não deve demorar tanto quanto [os seis anos do] anterior” – e diz que não descarta um oitavo livro: “Tenho uma história pra contar; o número de livros é quase irrelevante. Farei com quantos livros precisar, mas ainda projeto que serão sete”.

Via: Omelete

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: