Simpsons Homenagem a Game Of Thrones

A equipe dos Simpsons fez uma homenagem a Game of Thrones com uma abertura muito legal, totalmente baseada na abertura da série.

Em Westeros os corvos tem um terceiro olho,  em Springfield também. kkk

Bora lá conferir.

Aço Valiriano

O poster abaixo é uma matéria super interessante feita pelos parceiros do site Game of Thrones Br, vale muito a pena conferir.
Á pedido de alguns leitores, fiz esse post compilando algumas informações relacionadas ao aço valiriano bem como as peças forjadas a partir desse material e seus respectivos portadores.
Detalhe das ondulações em lâmina forjada
a partir de aço damasco
O aço valiriano  é uma liga mágica inventada na antiga Valíria e usada para fazer armas de qualidade incomparável. Lâminas de aço valiriano são mais leves, mais fortes, e mais penetrantes do que o melhor aço forjado em castelo, e tem como característica distintiva uma textura ondulada semelhantes ao Aço Damasco. Apenas os maiores ferreiros podem reforjar espadas a partir do aço valiriano já existente, e o segredo de criar tal liga aparentemente foi perdido com Valíria, tornando essas armas restantes altamente valorizadas e extremamente raras. Lâminas de aço valiriano em Westeros são relíquias preciosas de casas nobres, cada uma com seu próprio nome e história. Os ferreiros de  Qohor dizem saber como forjar aço valiriano, e Tobho Mott reforjou a Gelo, a pedido dos Lannisters, em Porto Real.
No entanto, outras peças feitas desse material também podem ser encontradas, como por exemplo, a adaga usada na tentativa de assassinar Bran Stark enquanto ele estava de cama.
 
Varys examinando a arma do crime. Na imagem, é possível visualizar as ondulações
Acredita-se que o segredo da forja é a magia e o encantamento que tornam o aço especial. Abaixo seguem algumas citações do próprio Martin de quando ele foi questionado à respeito das lâminas de aço valiriano:

Uma breve pergunta sobre o aço valiriano – é o metal que faz a espada tão especial (idade, proveniência, etc), ou é o forjamento (magias, técnicas)?

A forja, técnicas e magias, na verdade. Há magia envolvida na fabricação do aço valiriano.

 Em outras palavras, se um ferreiro souber, ele poderia pegar algum aço de alta qualidade e produzir uma espada igualmente boa?

Não a menos que ele pudesse trabalhar a magia.  

Ou é algo como a Andúril de Aragorn em ‘O Senhor dos Anéis’, que pode ser reforjada, mas não feita a partir do zero?

A situação tem sido praticamente essa desde A Perdição de Valíria.

ATENÇÃO: Embora eu tenha evitado o máximo, a partir daqui o texto pode conter pequenos SPOILERS

  •      ESPADAS EM USO

Lamento da Viúva (Widow’s Wail):

A espada dada a Joffrey por Tywin Lannister, criada a partir da Gelo depois que foi reforjada por Tobho Mott, atualmente na posse de Tommen Baratheon. A lâmina tem ondulações vermelhas e negras através do aço e sua bainha é decorada com ouro, madeira de cerejeira e couro vermelho com cabeças de leões de ouro. Os olhos dos leões são rubis.
Cumpridora de Promessas (Oathkeeper):


A Cumpridora de Promessas é uma espada longa de aço valiriano que, assim como a espada menor, Lamento da Viúva, foi forjada a partir da Gelo de Eddard Stark. Tem ondas de preto e vermelho através do aço. Foi forjada por Tobho Mott usando feitiços. Foi dada de presente à Jaime pelo pai e depois entregue pelo mesmo à Brienne de Tarth.
Garralonga (Longclaw):
Réplica do site Valyrian Steel.

Réplica do site Valyrian Steel.


Garralonga é a ancestral  espada bastarda de aço valiriano da Casa Mormont. Como uma espada bastarda (de duas mãos e meia), Garralonga é maior do que uma espada longa, e é tipicamente utilizada nas costas. Uma vez que tinha a cabeça de um urso gravada no punho, esta teve que ser substituída por uma cabeça de lobo feita à semelhança de Fantasma, de modo que se adequasse melhor ao seu novo portador de sangue Stark, Jon Snow.
Garralonga pertenceu à Casa Mormont por cerca de 500 anos. Jeor Mormont passou a espada para o filho Jorah Mormont quando ele se afastou e se juntou a Patrulha da Noite. Quando Jorah escapou da justiça para as Cidades Livres, ele deixou Garralonga para trás e Jeor retomou sua posse.
Ao salvar a vida de Jeor  em Castelo Negro, quando este foi atacado por cadáveres, Jon Snow causou um incêndio que danificou o cabo da Garralonga. Jeor então subtituiu o urso no cabo por uma cabeça de lobo e deu a lâmina para Jon, que é usualmente citado como “um bastardo segurando uma espada bastarda”.
Senhora Desespero (Lady Forlorn):
Senhora Desespero é a espada de aço valiriano pertencente à Casa Corbray. Ela tem um rubi em forma de coração em seu punho. Na época da Rebelião Blackfyre, a Senhora Desespero foi empunhada por Ser Gwayne Corbray da Guarda Real. Durante a Batalha em Redgrass Field, Ser Gwayne lutou com Daemon Blackfyre, que empunhava a também lendária espada de aço valiriano, Blackfyre . Eventualmente Daemon derrotou seu inimigo.
Em 283AL, ela estava nas mãos do então Lorde Corbray. Durante a Batalha do Tridente, Corbray foi ferido  e assim seu filho mais novo, Lyn Corbray, pegou a espada e matou o homem que tinha ferido seu pai. Ser Lyn, em seguida, conduziu o ataque contra os dorneses e matou o príncipe Lewyn Martell da Guarda Real. Devido a esta façanha,o pai de Lyn deixou-lhe a espada quando morreu.
Veneno do Coração (Heartsbane):


Veneno do Coração é a espada ancestral de aço valiriano da Casa Tarly. É uma espada larga de duas mãos e está na família há quinhentos anos. Randyll Tarly utilizou a espada enquanto integrava o exército de Renly Baratheon e é o seu atual portador.

Rubra Chuva (Red Rain):

Rubra Chuva é uma espada de aço valiriano pertencente à Casa Drumm. Ela passou a ser espólio da Casa Drumm quando Hilmar “tomou a espada de um cavaleiro de armadura com nada mais do que sua esperteza e uma clava de madeira.” A partir de então ele foi chamado de “Hilmar, o astuto”.

Anoitecer (Nightfall):
Citada pela primeira vez em ‘The Arms of the Kraken’, é a espada de aço valiriano pertencente à Casa Harlaw. Seu atual portados é Sor Harras Harlaw.

  •      ESPADAS DESTRUÍDAS/DESAPARECIDAS

Gelo (Ice):

 
Réplica do site Valyrian Steel.
Ned Stark

Ned Stark

Gelo é a espada ancestral de aço valiriano da Casa Stark. O nome “Gelo” é um legado da Era dos Heróis, e antecede a espada atual. Cerca de 400 anos antes do reinado de Robert Baratheon, a espada larga de aço valiriano era forjada por magia na Valíria e adquirida pelos Starks, que a nomearam após esse legado. Tornou-se a espada do Senhor de Winterfell. Eddard Stark usava a espada nas batalhas e para executar pessoalmente prisioneiros condenados. Após sua captura, a espada foi dada a Ilyn Payne, que a usou para executar o próprio Ned. Ilyn carregou a lâmina por um tempo curto até Tywin Lannister tomar dele e ter a Gelo re-forjada em duas espadas, Lamento da Viúva, e a espada longa mais tarde chamada Cumpridora de Promessas.

Gelo é descrita como uma espada tão larga quanto a mão inteira de um homem e mais alta do que o Robb Stark na adolescência. Sua lâmina de aço valiriano tem uma aparência escura e esfumaçada.

Brilhante Rugido (Brightroar):
Brilhante Rugido foi a espada larga de aço valiriano pertencente à Casa Lannister. Foi perdida quando o Rei do Rochedo, Tommen II, partiu de volta para Valíria e nunca mais retornou. A Casa Lannister foi à procura de uma substituta desde então. Lorde Tywin Lannister tentou comprar uma substituta de casas menores e mais pobres, mas foi sempre rejeitado. Gerion Lannister foi em busca da espada cerca 291AL mas nunca mais voltou.

Blackfyre:
Aegon I Targaryen

Aegon I Targaryen

Aegon IV Targaryen

Aegon IV Targaryen

Daemon Blackfyre

Daemon Blackfyre

Blackfyre é a legendária espada de aço valiriano carregada por Aegon, o Conquistador. Foi uma das duas espadas de aço valiriano trazida pelos dragões depois da Perdição (a outra foi a Irmã Negra) e foi passada pelos Targaryen de rei para rei, até que Aegon IV, o Indigno, o décimo primeiro Targaryen a sentar-se no Trono de Ferro, preferiu dar a espada para o filho bastardo Daemon ao invés de entregá-la ao seu filho legítimo.
Alguns acreditavam que a espada simbolizava a monarquia, o que fez com que o presente fosse a semente a partir da qual a Rebelião Blackfyre cresceu. Durante toda a rebelião, Daemon Blackfyre carregou a espada, enfrentando com ela Ser Gwayne Corbray da Guarda Real na Batalha de Redgrass Field e sua própria espada de aço valiriano, a Senhora Desespero.
Depois da morte de Daemon e seus dois filhos nessa mesma batalha, seu meio irmão, Aegor Rivers, tomou a espada e levou ela consigo para o exílio nas Cidades Livres. Lá, ele e alguns dos parentes sobreviventes de Daemon fundaram o grupo de mercenários conhecido como a Companhia Dourada. O paradeiro da espada depois da morte de Maelys Blackfyre na Guerra dos Reis de Nove Moedas é desconhecido. Acredita-se que ela esteja desaparecida ou ainda em posse da Companhia Dourada.
Irmã Negra (Dark Sister):
O corvo de sangue

O corvo de sangue

Visenya Targaryen

Visenya Targaryen

Uma das famosas espadas de aço valiriano trazida pelos Targaryen. Primeiramente, estave na posse da irmã e esposa de Aegon, Visenya Targaryen. Provavelmente foi passada através da linhagem Targaryen por herança. Ela foi famosamente portada pelo príncipe Aemon, o Cavaleiro do Dragão. Depois, ela passou para a posse de Lorde Brynden Rivers, o Corvo de Sangue. Não se sabe se o Corvo de Sangue foi autorizado a levar a espada com ele quando foi enviado para a Muralha. Desde então, nada se sabe do seu paradeiro.
  •      OUTRAS

Amanhecer (Dawn):

Sor Arthur Dayne

Sor Arthur Dayne

Não é uma espada de aço valiriano de fato, embora possa ser comparada a uma autêntica. Foi fabricada com o metal de uma estrela caída, segundo Martin. A lâmina é destacada por ser pálida como leite. Embora seja a espada ancestral da Casa Dayne, a Amanhecer não é passada de Lorde para Lorde e sim para os seus membros mais valorosos, aqueles realmente dignos de carregá-la, são os chamados Espada da Manhã.

… Espada da Manhã é o título assumido por certos homens da Casa Dayne que se provaram dignos de manejar Amanhecer.

O último portador da espada foi Sor Arthur Dayne, da Guarda Real. Seu paradeiro é desconhecido. Provavelmente permanece em Tombastela, a sede da Casa Dayne, já que não há outro homem com o título de Espada da Manhã e Lorde Edric Dayne ainda é um menino.

  •      CURIOSIDADE

Aço de Dragão (Dragonsteel):
Examinando livros antigos com relatos de membros da Patrulha da Noite, Sam descobre que os Outros possuem fraqueza não apenas contra vidro de dragão (obsidiana), mas também contra o aço de dragão, que eles acreditam ser o aço valiriano.

Fonte:  Game of  Thrones Br

Religião em ASOFIAF – A fé dos Sete

A Fé dos Sete

fonte: Game of Thrones Br

Septã Mordame - Governanta dos Starks

Esse texto  dá continuidade a série de posts sobre a religião em Ás Crônicas de Gelo e Fogo, na primeira parte se comentou sobre os Deuses Antigos, agora continuamos com A Fé dos Sete.

A Fé dos Sete é uma religião onde se venera uma divindade com sete aspectos (ou faces).
A Fé dos Sete é a religião oficial dos Sete Reinos e está fortemente integrada às suas leis e cultura.
Foi trazida para Westeros pelos Ândalos, suplantando o culto local dos Deuses Antigos.
Depois da conquista de Aegon , se tornou a religião oficial dos Sete Reinos . Muitas vezes é referida como a “Fé” ou como “Os Sete”.

Os Sete
Na Fé se adora os Sete, uma única divindade com sete aspectos ou faces, cada um representando uma virtude diferente.
Os devotos oram aos aspectos específicos do Sete, pedindo ajuda e orientação de acordo com sua necessidade.

_________________________________________________________________________________________________

As sete faces são:
§ Pai (Father), o que representa julgamento, ele carrega balanças e é evocado por aqueles que pedem justiça.
§ Mãe (Mother), representa a maternidade e o carinho, ela clamada para aqueles que necessitam de fertilidade ou compaixão.
§ Guerreiro (Warrior), representa a força na batalha, é clamado por aqueles que pedem a vitória.
§ Virgem (Maiden), representa a inocência e a castidade, ela é geralmente evocada para proteger as virtudes de uma donzela.
§ Ferreiro (Smith), representa o artesanato e o trabalho, é geralmente evocado por aqueles que precisam concluir um trabalho.
§ Senhora (Crone), representa a sabedoria, ela carrega uma lanterna e é evocada quando se precisa de orientação.
§ Estranho (Stranger), uma exceção para os outros aspectos, representa a morte e o desconhecido. Adoradores raramente procuram o favor do estranho, mas às vezes marginalizados se associam a este deus.

_________________________________________________________________________________________________

Práticas
A fé tem um grande número de ensinamentos morais. Condena o jogo, a bastardia, amaldiçoa coisas como incesto e fratricídio.
Um dos santos textos centrais da Fé é a Estrela de Sete Pontas, que é dividido em seções como o evangelho. Cada um dos Sete tem seu próprio livro. Durante os julgamentos por combate , os Sete devem intervir do lado do combatente apenas. Para se tornar um cavaleiro, um escudeiro deve passar uma noite em vigília em um Septo e ser ungido em nome dos Sete. Por esta razão, há poucos cavaleiros em áreas onde a Fé não é mantida, como o Norte .
O número sete é considerado sagrado para a fé. Ela afirma que há sete infernos, bem como sete rostos. Sete constelações no céu são consideradas sagradas. O número sete é usado em rituais ou objetos com um significado sagrado. Os adeptos da Fé usam estrelas de sete pontas, prismas de cristal e arco-íris como ícones da religião. Ritos de culto envolvem o uso de luz e cristais para representar o deus Sete-em-um.
Os lugares de culto das Sete são chamados de “septos”, onde são feitas artes para retratar cada um das Sete faces. Em septos da zona rural, podem ser usadas apenas máscaras esculpidas ou simples desenhos a carvão numa parede, enquanto em septos ricos, os Sete podem ser estátuas embutidas com pedras e metais preciosos.
Adoradores mantém velas acesas nos altares simbolizando cada uma das sete faces. Cerimônias são liderados pelo mais alto membro do clero masculino, e hinos são geralmente cantados. Na nomeação de uma criança, sete óleos são usados para ungir o bebê. Casamentos são realizados em pé entre os altares do Pai e da Mãe. Ritos de culto realizado em áreas ricas e em ocasiões especiais podem apresentar enfeites tais como corais de setenta e sete septas.

_________________________________________________________________________________________________

Clero
Septões
Os membros masculinos do clero da Fé são chamados de “septões”, há várias ordens de devoção, entre eles, cada um concentrando sua devoção em um aspecto dos Sete.
Por exemplo, há septões jurados do Ferreiro, estes usam martelos metálicos em uma corrente no pescoço. Septões sem septo vagam pelo campo, ministrando ao povo em troca de comida e abrigo. Eles são, por vezes desprezados como “irmãos mendigos”, e usam uma tigela de metal pequeno em seus pescoços.

_________________________________________________________________________________________________

Septãs
As sacerdotisas são chamadas “septãs”, e há várias ordens de devoção entre elas. Existem ordens de septãs, chamado septas branco, cinza ou azul, mas não é revelada a qual o aspecto da divindade de cada uma delas é dedicada. Há conventos de septas chamados ‘casasmães”. Septãs muitas vezes servem como governantas nas famílias da alta nobreza.

_________________________________________________________________________________________________
Irmãs silenciosas
É uma ordem separada para as mulheres que fazem votos de castidade e silêncio, elas manipulam os corpos dos mortos, e não são consideradas como septas.
As Irmãs silenciosas são muitas vezes chamadas de ‘Esposas do Estranho”. Elas se vestem decinza e mantêm os rostos cobertos, exceto pelos olhos.

_________________________________________________________________________________________________

Os Mais devotos
A Fé é governada por um conselho do clero mais alto, chamado de “Os Mais Devotos”. A maioria dos devotos são lideradas pelo Alto Septão, um cargo eleito pela maioria. Embora o Alto Septão geralmente seja eleito entre os mais devotos, este não é um requisito. O Alto Septão renuncia ao seu nome quando assume o cargo. Geralmente usam uma grande coroa de cristal, enquanto desempenham suas funções. O Alto septão e Os Mais Devotos se reúnem no Grande Septo de Baelor em King’s Landing (Porto Real), um grande edifício de mármore branco, com sete torres de cristal. Antes da vinda dos Targaryen , a sede da Fé foi o ornamentado Septo em Oldtown , construído em mármore preto com vitrais.

_________________________________________________________________________________________________

Religião em ASOIAF: Os deuses antigos

Fonte: Game Of Thrones BR

ASOIAF = “A Song of Ice And Fire” que seria equivalente à “As Crônicas de Gelo e Fogo” Os deuses antigos são espíritos da natureza, sem nome, que são principalmente adorados no Norte embora ainda haja adeptos dessa religião nas regiões do sul.
Foram primeiramente adorados pelos crianças da floresta, mas os Primeiros Homens se afastaram das suas crenças anteriores em favor dos espíritos adorados pelas crianças.
Quando os Ândalos (que vieram do oeste) conquistaram o sul de Westeros, eles trouxeram com eles a sua Fé dos Sete (fé nos Sete deuses).

Os espíritos foram então apelidados de Deuses Antigos e a prática do seu culto tornou-se limitada ao norte de Westeros.
A religião dos Deuses Antigos não tem organização, clero, nem movimentos evangélicos ou os textos sagrados, mas algumas tradições são passadas adiante por seus seguidores.
Várias ações, tais como o incesto e o fratricídio, são consideradas ofensivas aos deuses.
Floresta divina (imagem retirada de ASOIAF NWN2 Persistent World)

Existem florestas sagradas, onde crescem “árvores divinas” chamadas weirwood  (que pode ser traduzida como “árvore do destino”) ou árvores-coração. Essas árvores possuem protuberâncias que se assemelham a rostos e olhos esculpidos por onde escorre seiva vermelha. As orações, juramentos  e os casamentos são muitas vezes realizadas na floresta sagrada.
Acredita-se que os rostos foram esculpidos nas weirwoods pelas crianças da floresta, mas o seu significado ou propósito não é completamente compreendido pelos homens.

Antigamente todas as casas nobres tinham um floresta divina com uma árvore de coração em seu centro, mas muitas famílias deixaram de seguir os deuses antigos e converteram suas florestas divinas em jardins seculares.
Fonte: ASOIAF wiki.

Eddard Stark acredita na floresta divina e frequentemente faz orações aos deuses antigos, assim como Jon Snow.



UPDATE:
 Esse é o trecho do livro (na tradução brasileira da LeYa) onde Catelyn descreve o bosque sagrado e fala sobre as árvores de Winterfell e Riverrun(Correrio)

Catelyn nunca gostara daquele bosque sagrado.
Nascera entre os Tully, em Correrrio, mais ao Sul, nas margens do Ramo Vermelho do Tri‑
dente. O bosque sagrado que lá havia era um jardim, luminoso e arejado, onde grandes árvores
de pau‑brasil espalhavam sombras sarapintadas por córregos que rumorejavam entre as margens,
aves cantavam em ninhos escondidos e o ar era perfumado pelo odor de flores.
Os deuses de Winterfell mantinham um  tipo diferente de bosque. Era um  lugar  escuro  e
primordial, três acres de foresta antiga, intocada ao longo de dez mil anos, enquanto o castelo se
levantava a toda sua volta. Cheirava a terra úmida e a decomposição. Ali não crescia o pau‑brasil.
Aquele era um bosque de obstinadas árvores sentinelas, revestidas de agulhas cinza‑esverdeadas,
de poderosos carvalhos, de árvores de pau‑ferro tão velhas como o próprio reino. Ali, espessos
troncos negros enroscavam‑se uns aos outros, enquanto ramos retorcidos teciam um denso dos‑
sel elevado e raízes deformadas batalhavam sob o solo. Aquele era um lugar de profundo silêncio
e sombras meditativas, e os deuses que ali viviam não tinham nomes.
Fonte: A Guerra dos Tronos, Gerge R. R. Martin, Ed.  LeYa, Brasil, 2010

UPDATE 2:
Esse é o trecho original:

She had been born a Tully, at Riverrun far to the south, on the Red Fork of the Trident. The godswood there was a garden, bright and airy, where tall redwoods spread dappled shadows across tinkling streams, birds sang from hidden nests, and the air was spicy with the scent of flowers.
The gods of Winterfell kept a different sort of wood. It was a dark, primal place, three acres of old forest untouched for ten thousand years as the gloomy castle rose around it. It smelled of moist earth and decay. No redwoods grew here. This was a wood of stubborn sentinel trees armored in grey-green needles, of mighty oaks, of ironwoods as old as the realm itself. Here thick black trunks crowded close together while twisted branches wove a dense canopy overhead and misshappen roots wrestled beneath the soil. This was a place of deep silence and brooding shadows, and the gods who lived here had no names.

Fonte: A Game of Thrones, George R. R.Martin.

Eu fui pesquisar sobre o assunto e encontrei o seguinte:
O significado da palavra “redwoods” – pode abranger 

árvores da família das coníferas (desde sequóias a pinheiros) e a família das “broadleafs” (folhas largas?) onde se inclui a árvore pau brasil. Sobre a outra árvore pau ferro, é justamente por causa da “ironwood“. O pau brasil, pela fala de Catelyn, não está em Winterfell, mas em Correrrio (Riverrun), onde o clima não é gelado como em Winterfell, devido a sua localização.



Apesar das árvores serem “tipicamente brasileiras” acredito que se encaixa adequadamente na tradução do texto.

Quem quiser conferir pode dar uma olhada nos links 😉

DVD e Blu-ray de Game Of Thrones tem data de lançamento no Brasil

A data para o lançamento do DVD e Blu-ray foi confirmado para o dia 12 de Abril aqui no Brasil.

Como já havíamos divulgado antes existem vários extras e atenção: O Blu-ray terá mais conteúdo que o DVD.

Confira a baixo uma lista com todo o conteúdo:

DVD

Guia Completo de Westeros – Compêndio interativo das casas da nobreza e dos territórios que aparecem na temporada
Fazendo Game of Thrones – Making-of de meia hora com material inédito do set e entrevistas
Perfis dos personagens – Perfis dos 15 principais personagens, narrados pelos atores que os interpretam
Criação da Abertura da Série – Making-of sobre a sequência de créditos iniciais
Do Livro para as Telas – Os produtores-executivos David Benioff e D.B. Weiss e o autor George R.R. Martin falam do desafio da adaptação
A Patrulha da Noite – Vídeo sobre a patrulha que guarda a muralha que separa os Sete Reinos do mundo selvagem
Criando o Idioma Dothraki – Vídeo sobre a criação do idioma Dothraki
Comentários em áudio – Sete trilhas de comentários, com o elenco e a equipe, incluindo David Benioff, D.B. Weiss, George R.R. Martin, Emilia Clarke, Peter Dinklage e Kit Harington

BLU-RAY

Todos os extras do DVD e mais:

Guia Completo de Westeros – Além do compêndio sobre as casas, contém 24 histórias dos Sete Reinos contadas por seus personagens
Guia por Dentro de um Episódio – Fornece informações, dentro dos episódios, sobre os personagens, as locações e as histórias que estão aparecendo em cena
Anatomia de um Episódio – Making-of sobre o processo criativo por trás do episódio seis, “A Golden Crown”
Ovos de Dragão Escondidos – Encontre os ovos de dragões escondidos e descubra mais materiais inéditos

Aos ansiosos como eu resta apenas esperar…